Sesab divulga novas orientações sobre uso cloroquina e hidroxicloroquina, e não recomenda para pacientes com Covid-19 - 2 de Julho Noticias - A notícia ao seu alcance // //]]> // //]]>

Últimas Noticias

Home Top Ad

Post Top Ad



23 julho 2020

Sesab divulga novas orientações sobre uso cloroquina e hidroxicloroquina, e não recomenda para pacientes com Covid-19

Sesab divulgou, nesta quarta-feira (22), novas orientações sobre uso dos medicamentos.


A Secretaria de Saúde do Estado (Sesab) divulgou, nesta quarta-feira (22), novas orientações sobre uso experimental da hidroxicloroquina no tratamento da Covid-19. Conforme consta nos documentos, a Sesab não recomenda que a cloroquina ou hidroxicloroquina sejam usadas para tratamento ou prevenção da Covid-19 em qualquer contexto que não seja de um estudo de ensaio clínico.

Hidroxicloroquina não é eficaz no tratamento de casos leves da Covid-19, aponta estudo

Em nota, a secretaria ainda reforçou que, "até o momento, não existem medicamentos aprovados para prevenção ou tratamento ambulatorial da Covid-19 com eficácia cientificamente comprovada".

A Sesab informou que as orientações se embasam nas manifestações da Organização Panamericana de Saúde (OPAS), da Organização Mundial de Saúde (OMS) e da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).
"É levado em conta ainda que efeitos adversos potencialmente graves foram relatados em pacientes com Covid-19 que usaram cloroquina / hidroxicloroquina, associadas ou não com azitromicina", diz um trecho da nota da Secretaria de Saúde da Bahia.
Na nota, a Sesab reforça que as recomendações foram feitas com base em "evidências disponíveis até a presente data e estão sujeitas a revisão mediante novas publicações e estudos científicos, durante a vigência da pandemia".

Também na nota divulgada nesta quarta, o secretário da Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas, pontuou "que o Comitê Estadual de Emergência em Saúde Pública recomenda aos gestores públicos que não estabeleçam protocolos com uso dessas medicações e que não gastem recursos públicos com uso dessas drogas que não tem eficácia comprovada".

“Os gestores poderão ser objeto de uma ação de órgão de controle por estarem destinando recursos de outras áreas que poderão fazer falta no combate ao coronavírus”, disse o secretário.
A Sesab informou que o Estado vai continuar fornecendo cloroquina ou hidroxicloroquina para os municípios e/ou unidades de Saúde da Bahia, para o uso autorizado e recomendado pelas autoridades sanitárias competentes.

As notas técnicas com as recomendações da Sesab sobre o uso dos medicamentos está disponível na internet:

Por G1 BA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja o primeiro a comentar, mas comente com responsabilidade e respeite a opinião alheia...

Post Bottom Ad