Camaçari atinge 100% de ocupação nos leitos de UTI para coronavírus. E agora? - 2 de Julho Noticias - A notícia ao seu alcance // //]]> // //]]>

Últimas Noticias

Home Top Ad

Post Top Ad



19 junho 2020

Camaçari atinge 100% de ocupação nos leitos de UTI para coronavírus. E agora?


Foi informado pela SESAU nesta quinta-feira (18) que 100% dos leitos para pacientes com a Covid-19 em Camaçari estão ocupados. A falta de medidas tomadas pelo prefeito Elinaldo Araújo (DEM) para conter o avanço da contaminação pelo coronavírus na cidade, o sistema público de saúde começa a observar um agravamento na taxa de ocupação dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) implantados pela administração.

O cenário é mais uma preocupação para o retorno da atividade comercial da cidade, que já está há 90 dias sem funcionar por força de decreto e que deixam os Comerciantes a pedir SOS. A falta de flexibilização do governo que afirma que se existir alguma chance de autorizar a reabertura do comércio nos próximos dias, as altas taxas de ocupação podem ser um empecilho para que estabelecimentos comerciais retomem suas atividades.
“As taxas nesse mês de junho começaram a subir muito, e sempre estamos com mais de oitenta por cento dos leitos ocupados. Hoje [18 de junho], por exemplo, não temos nenhum leito de UTI disponível”, destacou Elaine Teixeira - SESAU.
De acordo com a gestão, caso algum paciente com Covid-19 precise de um leito de UTI, o município terá que solicitar uma vaga na regulação da rede estadual e aguardar. No entanto, o que preocupa o governo é que os casos são graves e exigem uma internação que pode durar de sete a 15 dias, uma ocupação de longa duração para garantir a recuperação do paciente.

"Por conta disso, o prefeito Elinaldo ja autorizou a ampliação de leitos e firmar contrato para implantação de 10 novos leitos com o Hospital Santa Helena. Até esta sexta feira (19), o contrato dever ser celebrado, e em um prazo de 10 dias os leitos devem estar disponíveis."

Dez leitos prefeito? Essa é a minima diária de infectados. Isso é uma absurdo para uma cidade que é a segunda renda per capita do Estado. É preciso cuidar do povo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja o primeiro a comentar, mas comente com responsabilidade e respeite a opinião alheia...

Post Bottom Ad