Técnico de clube espanhol morre por causa do coronavírus; Vítima fazia parte de grupo de risco - 2 de Julho Noticias - A notícia ao seu alcance // //]]> // //]]>

Últimas Noticias

Home Top Ad

Post Top Ad



16 março 2020

Técnico de clube espanhol morre por causa do coronavírus; Vítima fazia parte de grupo de risco

Francisco García, que trabalhava no Infantil do Atlético Portada Alta, teve leucemia detectada recentemente e estava se tratando do problema quando contraiu o Covid-19


O Atlético Portada Alta, clube que disputa torneios de categorias de base na Espanha, anunciou a morte do técnico Francisco García por causa do coronavírus. Ele tinha 21 anos e treinava a equipe infantil.

García morreu no domingo à tarde em Málaga após uma semana internado depois de ser diagnosticado com Covid-19. O treinador pertencia ao grupo de risco, pois apresentava patologias anteriores: uma leucemia havia sido detectada recentemente e ele, que se tratava do problema, não conseguiu superar a infecção por coronavírus. García é a sétima pessoa falecida na região espanhola da Andaluzia registrada até domingo.
José Bueno, presidente do time de futebol do Atlético Portada Alta, explicou que a morte do do treinador, ocorreu por volta das 20h de domingo no Hospital Regional de Málaga e que pouco antes havia ocorrido conversou com sua família e era estável.

O dirigente garantiu que ainda não se acredita a morte porque era um garoto "forte" e pensou que seria salvo. Ele acrescentou que García "tinha toda a sua vida pela frente", que "amava as crianças como se fossem suas" e estava no clube há quase quatro anos.
"Queremos expressar nossas mais profundas condolências à família, amigos e amigos íntimos do nosso treinador Francisco García, que nos deixou, infelizmente”, diz um trecho da nota oficial do Atlético Portada Alta.
Os principais campeonatos da Europa estão suspensos devido à pandemia de coronavírus, responsável por uma paralisação sem precedentes do esporte mundial. Globalmente, o coronavírus infectou mais de 170.000 pessoas e mais de 6.500 morreram. A Espanha tem quase 2.000 casos, com 100 mortes registradas até domingo.

Por GloboEsporte.com — Roma

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja o primeiro a comentar, mas comente com responsabilidade e respeite a opinião alheia...

Post Bottom Ad