Prefeitura de Camaçari suspende por mais 15 dias o funcionamento de escolas e comércio - 2 de Julho Noticias - A notícia ao seu alcance // //]]> // //]]>

Últimas Noticias

Home Top Ad

Post Top Ad



31 março 2020

Prefeitura de Camaçari suspende por mais 15 dias o funcionamento de escolas e comércio

A Prefeitura Municipal de Camaçari anunciou a prorrogação por mais 15 dias das medidas adotadas contra o coronavírus.


Veja o texto na íntegra:

Fica prorrogada pelo prazo de 15 (quinze) dias a suspensão das atividades educacionais em todos os cursos, escolas, universidades e faculdades das redes de ensino público e privado, a serem compensadas nos dias reservados para os recessos futuros. 

Fica prorrogada pelo prazo de 15 (quinze) dias a vedação, no âmbito do Município de Camaçari, ao licenciamento de eventos, pela Secretaria de Desenvolvimento Urbano — SEDUR, quando em desconformidade com as disposições deste decreto. 

Fica prorrogada pelo prazo de 15 (quinze) dias a suspensão do funcionamento do Comercio Local, inclusive nos Shopping Centers, Restaurantes, Bares, Centros Comerciais e demais estabelecimentos correlatos;

Ficam excluídos da suspensão de atividades os estabelecimentos que tiverem por atividade a prestação de serviços e comercialização de produtos essências, conforme abaixo listado:

I – produção, distribuição e comercialização de

medicamentos, produtos de higiene e alimentos;

II – assistência médica e hospitalar;

III – tratamento e abastecimento de água;

IV – geração, transmissão e distribuição de energia
elétrica;

V – coleta e tratamento de lixo e esgoto;

VI – serviços de segurança privada;

VII – imprensa;

VIII – serviços de telecomunicação;

IX – processamento de dados ligados a serviços
essenciais;

X – serviços de manutenção de elevadores e outros
equipamentos essenciais;

XI – clínicas veterinárias em regime de emergência e
para vendas de raçoes e medicamentos;

XII – serviços funerários;

XIII – serviços de higienização e lavanderias;

XIV – serviços bancários, inclusive nas agências
instaladas em Shopping Centers;

XV – serviços de comercialização de gêneros
alimentícios quando prestados por meio da entrega de
comida em casa - delivery;

XVI – postos de combustíveis e lojas de conveniências,
devendo ficar ventiladas;

XVII – lojas de material de construção e prevenção de incêndio, para aquisição de produtos necessários à execução de serviços urgentes, por meio de entrega em domicílio e/ou por meio do funcionamento das lojas com redução do números de funcionários em 50% e adoção das medidas de prevenção, como disponibilização do álcool em gel, controle do número de pessoas em suas dependências e organização de filas de atendimento e pagamento, de forma a sempre manter uma distância mínima de 1 metro entre os clientes;

XVIII – a comercialização de bens não essenciais, exclusivamente por meio da modalidade entrega em domicílio (delivery), desde que observadas as medidas de prevenção, dentre elas a utilização de máscara pelos entregadores e higienização das mãos com álcool em gel antes de manusear os produtos;

XIX – oficina de automóveis, para a realização de serviços urgentes, com a adoção das medidas de
prevenção como disponibilização do álcool em gel e controle do número de pessoas em suas dependências.

Os Centros Comerciais do Município deverão respeitar a regra prevista, ressalvando-se o funcionamento dos boxes que se destinam à comercialização de gêneros alimentícios.

As agências bancárias e lotéricas devem limitar o seu funcionamento presencial apenas para os serviços considerados essenciais, adotando, ainda, todas as medidas de orientação e organização de seus clientes, para que sejam respeitados os procedimentos de higiene e distanciamento entre as pessoas, enquanto aguardam ou são atendidas.

Post Bottom Ad